O último amor

O último poema (Manuel Bandeira)

Assim eu quereria o meu último poema.
Que fosse terno dizendo as coisas mais simples e menos intencionais
Que fosse ardente como um soluço sem lágrimas
Que tivesse a beleza das flores quase sem perfume
A pureza da chama em que se consomem os diamantes mais límpidos
A paixão dos suicidas que se matam sem explicação.



Assim Bandeira quereria que fosse seu último poema. Assim eu quereria que fosse meu último amor:


Que fosse terno fazendo de cada simples momento o mais especial
Que fosse duradouro, mas sem ser rotineiro e/ou banal
Que fosse ardente como olhar trocado transmitindo o mais sincero sentir
Que tivesse a beleza do encontro, reencontro, fim da busca
Que tivesse a simplicidade gostosa que nos faz querer apenas ouvir
Que fosse caloroso só de olhar e admirar os pequenos detalhes da pessoa amada
A pureza de curtir fazer as coisas mais singelas juntos e esquecer do mundo lá fora
A vontade de ouvir a voz, sentir o cheiro, acariciar o rosto
A paixão de abraçar e sentir o coração do outro batendo tão rápido quanto o seu...
Não compararia ao desejo suicida, mas à paixão pela vida.







2 comentários:

Mari Cerqueira 19 de junho de 2011 12:16  

Sonho que se realiza...é o melhor de todos o sonhos! ;)

Rodrigo Santos 23 de junho de 2011 03:55  

Nós não precisamos nos preocupar com as palavras que se perdem da vista, desde que o sentimento continue no coração. O que está escrito, ou o que é falado, de nada vale se não for colocado em prática. É no fazer e no viver cotidianos que os sentimentos encontram expressão, tornando-se mais palpáveis, quase concretos; pois caso fosse diferente, não passariam de ilusões. Aquilo em que se insiste, persiste! ;)

Postar um comentário

Quem sou eu

Minha foto
Serei para sempre uma sonhadora, sempre uma Dorothy pelo caminho de tijolos amarelos em busca do arco-íris...
Eu acredito nos meus sonhos!
Ocorreu um erro neste gadget

Filme que vale uma recomendação:

  • Além da Liberdade (The Lady)

Lendo:

  • Todos os dias na Toscana- Frances Mayes

Ouvindo Freneticamente:

  • Lotus- Christina Aguilera
  • Born and Raised- John Mayer

Qual personagem de Jane Austen você é?

Followers

Recent Posts